A polissonografia ajuda a diagnosticar os distúrbios do sono

  • by admin - qui, 09/08/2011 - 03:17
  • Noticias

Ansiedade, stress, excesso de trabalho e dificuldades financeiras são problemas capazes de fazer qualquer pessoa perder o sono, mas quando dormir mal vira rotina e começa a prejudicar o desempenho profissional ou escolar é importante parar para investigar o que pode estar acontecendo do ponto de vista médico.

O exame mais abrangente e capaz de diagnosticar grande parte dos distúrbios do sono é a Polissonografia. A Polissonografia é indicada, em geral, para pacientes com queixa de sonolência excessiva diurna, insônia, ronco e apneia do sono.

A Polissonografia é um exame simples realizado no período noturno. O paciente dorme no laboratório com sensores fixados no corpo que permitem o registro das ondas cerebrais e outras variáveis fisiológicas que possibilita saber a qualidade do sono do indivíduo. A fixação é feita de tal forma que permite que o paciente se movimente durante o sono, sem interrompê-lo.

O exame consegue analisar o sono e suas variáveis fisiológicas por meio de registros da atividade elétrica cerebral, respiração, sinais de relaxamento muscular, movimentos oculares, oxigenação sanguínea, batimentos cardíacos entre outros.

A polissonografia ajuda a determinar que tipo de distúrbio do sono o paciente sofre e, assim, definir qual o tratamento ideal para cada caso. Muitas vezes o tratamento para alguns distúrbios podem ser realizados apenas com a mudança de alguns hábitos que dificultam o sono.