Preditores de longo prazo a adesão à terapia CPAP em pacientes com apneia obstrutiva do sono e doença cardiovascular no estudo SAVE

Predictors of Long-Term Adherence to Continuous Positive Airway Pressure Therapy in Patients with Obstructive Sleep Apnea and Cardiovascular Disease in the SAVE Study

SLEEP 2013;36(12):1929-1937

Conclusão: Uso do CPAP em pacientes com doença cardiovascular e apnéia obstrutiva do sono de modera a grave diminui significativamente ao longo de 12 meses. Esse declínio pode ser previsto por experiências anteriores do paciente com o CPAP (por exemplo, a adesão e efeitos secundários em 1 mês), levantando a possibilidade de que intervenções intensivas no inicio podem melhorar no longo prazo o cumprimento do tratamento com cpap na população analisada.

Leia o artigo