"Síndrome das Pernas Inquietas" é desconhecida por muitos médicos

  • by admin - seg, 10/10/2011 - 02:36
  • Noticias

Em princípio, pode ser associada a mero efeito da agitação cotidiana, pressa, nervosismo, mas se trata de uma doença difícil de ser identificada. Apenas um, de 300 médicos consultados pela USP Ribeirão, soube identificar os sintomas da chamada “Síndrome das Pernas Inquietas”.

A doença que consiste em tremores involuntários nos membros inferiores, tem tratamento simples, mas um diagnóstico falho pode ser irreversível nos pacientes.

“Se o médico não tem formação adequada provavelmente vai fazer intervenções que não são as mais corretas, podendo prescrever medicações ou mesmo fazer cirurgias que não tenham indicação”.

Sem equipamento ou exame laboratorial que o identifique, o distúrbio apenas é constatado por meio de consulta clínica, com avaliação de indicadores como vontade intensa de mexer as pernas, sobretudo à noite ou em repouso, e melhora mediante caminhada.

O tratamento pode ser realizado através da prescrição de medicamentos ou com dieta rica em ferro combinada com exercícios físicos moderados.

Não há estatísticas oficiais no Brasil, mas uma amostra da incidência da síndrome pode ser visualizada através de Cássia dos Coqueiros, onde, segundo pesquisa da USP, o distúrbio ocorre em 6,4% da população local, com predominância em mulheres.

"Minhas pernas são cansadas, pra dormir atrapalha. É um peso muito grande, me sinto muito desconfortável”, relata a dona de casa Elza de Paula Rosa, que tem tremores todas as noites.

Um indício de que a doença pode ser hereditária está com Roselaine Salomé, 32 anos. Ela descobriu na adolescência que tinha a doença, a mesma de sua avó. “É bem desconfortável, incomoda bastante. Atrapalha o sono da gente, não tem aquele sono direto, é aquele sono fragmentado”, afirma, reclamando que acorda várias vezes durante a noite e tem dificuldade de voltar a dormir.

+ G1